Outras Histórias

The King Of Fighters ’99


Psycho Soldier Team Story

Pai: “Por favor, eu imploro. Apenas salve a vida desta criança.”

Nas profundezas das montanhas, em algum lugar da China. Um pai implora a seus colegas aldeões que tentem desesperadamente manter a compostura ao receber as más notícias sobre o destino de sua esposa e seu filho recém-nascido.

Aldeão 1: “Sinto muito… Estamos em uma má situação.”

Aldeão 2: “Como o ancião da vila disse, este dia em que o seu filho nasceu é um dia amaldiçoado que ocorre apenas uma vez a cada 200 anos. Ele certamente trará desgraça no futuro. Portanto, não podemos fechar os olhos para isso.”

Aldeão 3: “Sim, é por isso que eu simpatizo com a sua infelicidade contínua… Por favor, tome o seu tempo se despedindo de seu filho e esposa hoje.”

Após a conversa, os poucos aldeões deixam a casa malfadada. Naquela noite, a família desaparece da aldeia da montanha…

[283 dias antes do torneio para Chin Gentsai]

Chin: “Hm, eu entendo a sua história. Eu cuidarei desta criança. Há outra sob a minha custódia que possui os mesmos poderes que esta criança. Essas crianças só podem ser compreendidas por outras de sua própria classe, e passar o tempo entre pessoas com dons similares pode fazer algum bem a ele.”

Presbítero: “Você me alivia de uma carga pesada ao me permitir deixar esta criança sob seus cuidados.”

Chin: “Mas sinceramente, eu estou surpreso ao saber de outros que são capazes de usar poderes psíquicos. Houve algum presságio disso?”

Presbítero: “Não, aconteceu de repente alguns dias atrás. Até então ele não era diferente de qualquer outra criança… Eu não tinha ideia de que esta criança possuía tais habilidades quando o pai dele o confiou aos meus cuidados…”

Chin: “Essa súbita demonstração de habilidade é o que me preocupa, no entanto… Então, você falou com essa criança sobre a família dele?”

Presbítero: “Não, eu não falei, mas parece que ele sabe.”

Chin: “Sério…? Bem, eu cuidarei dele com a intenção de aumentar as suas habilidades, mas eu deixarei qualquer decisão sobre o futuro para o garoto.”

[280 dias antes do torneio para Sie Kensou]

“Eu pensei que eu sempre os teria.”

“Paz mundial, poderes extra-sensoriais, treinamento com a Athena.”

“Meu treinamento é para o dia… em que alguém surgir ameaçando a paz… portanto, meu treinamento valerá a pena.”

“E, assim… minha vida começará a serviço da paz…”

“Então… enquanto a paz continuar… meu treinamento… meu treinamento com a Athena…”

“Só isso… é a minha única fonte de felicidade…”

“Eu pensei que eu sempre os teria.”

Kensou: “Chōkyūdan!” [Super Sphere]

[Puf]

Kensou: “Isso é bizarro… Eu estou realmente desconcentrado hoje!”

Athena: “Você está bem? Você está com algum problema?”

Kensou: “Não, acho que não… Ha, ha, eu estou bem. Ah, certo! Eu ficarei bem depois de uma boa noite de sono.”


“Desde então… desde que a Athena me perguntou se eu estava com algum problema… eu percebi que…”

“Meus poderes psíquicos… se foram…”

“Eu pensei que eu sempre os teria.”

“Há muito mais caras que são mais fortes do que eu.”

“Não estamos treinando apenas para nos tornarmos mais fortes.”

“Mas, sim, porque nós temos esses poderes…”

“Se eu não sou um Psycho Soldier… se eu não tenho os meus poderes psíquicos…”

“Não há razão para eu… ficar aqui… por mais tempo.”

“Eu pensei que eu sempre os teria.”

“Eu voltei a ser… um mero ser humano…”

“Isso poderia me afetar… tanto… no final?”

“Eu pensei que eu sempre os teria.”

Kensou: “Quanto tempo poderei ficar aqui?”

[156 dias antes do torneio para Bao]

Bao: “Kensou! A-Agora eu posso disparar uma Psycho Ball! Ei, veja! Veja!”

Ao assumir a sua posição a uma curta distância de Kensou, ele dispara a sua Psycho Ball.

Kensou: “Uau, impressionante! Se eu não me manter ativo, você poderá se tornar mais forte do que eu. Ha, ha, ha.”

Bao: “He, he, he. Obrigado. Eu queria ver as suas habilidades com os seus poderes psíquicos. Espero que eles voltem logo.”

Kensou: “Quando eu recuperar os meus poderes, eu os mostrarei para você quando quiser. Eu te mostrarei uma enorme Chōkyūdan!”

Bao: “Sim, com certeza! Com certeza! Me prometa!”

Kensou: (Sim, isto é… SE eu recuperar meus poderes.)

[71 dias antes do torneio para Athena Asamiya]

Gerente: “O que há de errado, Athena? Você parece um pouco para baixo… Eu espero que não seja medo do palco.”

Athena: “Não, não é isso… Desculpe. Eu só estou preocupada com um amigo meu…”

Gerente: “Oh!”

Athena: “Eu sei que ele está em um mau estado, mas não há nada que eu possa fazer por ele.”

Gerente: “Oh, entendi… Mas você tem que esquecer isso agora e entrar naquele seu humor entusiasmado único. Senão, você deixará os seus fãs para baixo.”

Athena: “… Isso! Você está certo. Sinto muito por deixá-lo preocupado também.”

Gerente: “Não tem problema! Ei, está na hora! Seus fãs estão esperando por você!”


“Waaah! Yeah! Woohoo!”

Athena: “Ei! Olá a todos!”

“O-L-Á!”

Athena: “Obrigada por terem vindo esta noite! Eu estou feliz que muitos de vocês puderam vir!” (… Hã?)

Ela inclina a cabeça para o lado quando vê um rosto familiar na platéia.

Athena: (Chang? Por que ele estaria no meu show? Não só isso, o que ele está fazendo aqui no Japão? E eu não vejo o Kim… ou o Choi, também. Aconteceu alguma coisa…? Não, não pode ser ele.)

“Waaah! Yeah! Woohoo!”

Athena: “Obrigada, agora a primeira música: Kizudarake No Blue Moon!” [Wounded Blue Moon]

“Waaah! Yeah!”

“♪ PSY-CHO-SOL-DIER, PSY-CHO-SOL-DIER”

Athena: “♪ Pare! Por favor, chega! Não vá e quebre meu coração…”

“Tcha, tcha, tcha…”

[64 dias antes do torneio para o time Psycho Soldier]

Chin: “Ouvi dizer que o King Of Fighters será realizado novamente este ano. Acho que eu também participarei desta vez. Porque será um sistema de quatro membros.”

Athena, Bao: “Certo!”

Kensou: “Ha, ha, ha. Fui salvo por esta regra de quatro membros. Se não fosse por isso, eu ficaria à margem com certeza. Ha, ha, ha.”

Chin: “… Então isso pode ser um pouco difícil para você, Bao, já que você só está conosco há pouco tempo, mas essa é uma maneira de ver como você está acompanhando seu treinamento.”

Bao: “Está bem, senhor. Eu farei o meu melhor!”

Athena: “Estamos com você, Bao!”

Chin: “E tem mais uma coisa…”

Chin olha para Kensou.

Kensou: “O que foi, Mestre? O que há com esse olhar? Ha, ha, ha. Eu estou bem. Me certificarei de não atrapalhar vocês. Eu darei o meu melhor com os meus movimentos. Mesmo que eu não possa usar os meus poderes psíquicos, ainda posso te mostrar facilmente que posso vencer.”

Chin: “Não é isso, Kensou.”

Kensou: “…”

Chin: “Espero que você encontre uma maneira de recuperar seus poderes através deste torneio. Então, se você ganha ou perde, é de importância secundária.”

Athena: “Sim, você pode recuperá-los enquanto estiver no meio de uma batalha. Se a primeira batalha não for suficiente, então será a segunda ou a terceira, e faremos o nosso melhor para aumentar as suas chances. Então dê o seu melhor e se concentre em recuperar os seus poderes psíquicos.”

Kensou: “Athena… Obrigado. Eu darei o meu melhor.”


The King Of Fighters 2000


Psycho Soldier Team Story

[China]

Um garoto está de cama em um quarto na casa de Chin. Kaoru se senta ao lado dele, para tomar conta da criança doente. Athena entra no quarto.

Athena: “Então, como ele está, Kaoru? Como está o nosso pequeno Bao?”

Kaoru: “Ah, bem agora, não há nenhuma mudança real. Mas parece que a febre abaixou um pouco.”

Kaoru tira a compressa da testa do menino para trocá-la. Nesse intervalo, Athena coloca a mão sobre a testa de Bao.

Athena: “É isso, então? Ótimo… Me desculpe, Kaoru, por pedir para você tomar conta do Bao assim…”

A expressão no rosto de Athena melhora um pouco após ela se certificar de que a febre de Bao havia abaixo, no entanto, o seu rosto ainda refletia a sua preocupação com Kaoru.

Kaoru: “Ah, imagina, não se preocupe comigo. Mais importante que isso, Bao ainda não recuperou a consciência…”

Desde o final do torneio do ano passado, Bao está de cama, acometido há vários meses por uma febre alta cujas origens são desconhecidas. “Origens desconhecidas”… É assim como o médico diagnostica ele, mas Chin sabe uma razão melhor para esse mal-estar.

[Poucos meses atrás]

Após a vinda de um médico, perplexo com o caso, Chin começa a falar como se ele tivesse chegado a uma conclusão profunda.

Chin: “… Naturalmente o médico não entenderia a causa por trás disso.”

Athena: “O médico sabe de alguma coisa?”

Chin: “Bem, não é mais do que uma mera especulação, mas… para começar uma explicação, teremos que considerar a condição de Kensou.”

Kensou: “Você está falando sobre meus poderes?”

Chin acena concordando para Kensou, que hoje parece incomumente rápido na assimilação.

Chin: “Isso mesmo. Quando foi que seus poderes começaram gradualmente a falhar?”

Kensou: “Tudo começou no ano passado.”

Chin: “Especificamente?”

Athena responde, ofuscando Kensou.

Athena: “… Desde que Bao veio morar conosco.”

Chin acena concordando com a observação de Athena.

Chin: “Indubitavelmente. Desde que Bao foi trazido para nós, eu senti que ele tinha a habilidade de usar poderes psíquicos, mas algo era surpreendente sobre o crescimento de seus poderes desde que ele veio morar conosco.”

Athena: “Sem dúvida, seus poderes são iguais aos nossos, talvez até excedam os nossos.”

Chin: “Eu tinha pensado que certamente seus poderes estavam apenas florescendo, mas desde que ele veio para cá, havia esse problema com Kensou.”

Kensou: “Hã? Então você quer dizer que… o Bao absorveu meus poderes?”

Chin: “Bem, é mais ou menos o que estou dizendo. Mas eu não sei porque você é o único que ele afetou.”

Athena: “É essa a causa do mal-estar atual de Bao?”

Chin: “Athena, Kensou, vocês se lembram de algo que aconteceu recentemente?”

A memória de todos escapando da base da NESTS é a primeira coisa que surge na mente de Athena e Kensou.

Athena: “Bem… eu ouvi sobre isso depois, sabe, mas tudo o que eu lembro é que o teto da base da NESTS estava desabando…”

Kensou: “Eu também. Tudo o que eu lembro é que eu sai de lá sem saber o que estava acontecendo ao meu redor…”

Chin: “Kaoru e eu só vimos, mas Kensou estava liberando um poder impressionante enquanto ele carregava a Athena para algum lugar seguro.”

Kensou: “Mas meus poderes estavam quase completamente drenados naquela época também…”

Kensou responde ao seu mestre com uma expressão confusa.

Chin: “Você deve ter convocado seus poderes ocultos que estavam adormecidos dentro de você para salvar a Athena. Vendo que Bao adoeceu subsequentemente por volta daquela época, o poder que estava com o Bao deve ter retornado para você temporariamente, e com esse efeito sinérgico você foi capaz de convocar aquele poder.”

Athena: “Então, com esse retorno… Sim, eu entendo, mas aquele poder incrível naquela hora… Não, não pode ser!”

Chin: “É exatamente isso. Agora, todos os poderes psíquicos de Bao foram absorvidos dele e o efeito disso resultou em seu mal-estar atual.”

Kaoru: “Foi logo depois que Kensou entrou em colapso. Então, Bao foi afligido por aquela febre alta.”

Todas as pessoas reunidas olharam para Bao.

Chin: “Mesmo alguém como Kensou, que tinha preparado sua mente e corpo com o seu treinamento diário, não acordou por três dias após usar aquele poder. E quando Bao, cujo corpo ainda não está totalmente desenvolvido, absorveu esse poder, ele deve ter alcançado um ponto de sobrecarga sensorial.”

Kensou: “Então você quer dizer que eu estou realmente drenado de todos os meus poderes psíquicos?”

Todos olham para Chin. Chin suspira profundamente e responde.

Chin: “Infelizmente, essa possibilidade é bem provável. Mas você me surpreendeu. Nunca pensei que você tivesse um poder tão latente dentro de você…”

Kensou: “Que terrível. Até o médico… Mas eu não estou muito feliz agora.”

Chin: “Bem, mesmo que tenha sido apenas uma vez, seu poder retornou temporariamente, então deve haver uma chance de que ele possa retornar permanentemente. Kensou, tente não ser tão negativo e veja como as coisas acontecem.”

Kensou: “Sim, eu acho que você está certo…”

Athena olha para Kensou, cuja resposta não é de resignação ou satisfação.

Chin e Kensou limpam a sala, deixando Athena, Kaoru e Bao no quarto. Enquanto observa o Bao inconsciente, Athena inicia uma conversa.

Athena: “Oh, sim, isso me lembra, Kaoru. Você sabia que haverá outro King Of Fighters este ano?”

Kaoru: “Ah, sim. É o que parece.”

Athena: “E decidimos participar.”

Kaoru: “Mas vocês vão precisar de quatro membros este ano, não vão?”

Kaoru pergunta com um olhar surpreso no rosto.

Athena: “Sim, isso mesmo.”

Kaoru: “Então vocês já encontraram um quarto membro?”

Athena: “Não, parece que Chin planeja que Bao participe.”

Kaoru: “O quê? Ele não abriu os olhos por meses desde o último!”

Uma expressão de surpresa e preocupação aparece no rosto de Kaoru. Enquanto Athena apresenta uma expressão similar, Athena responde à pergunta de Kaoru.

Athena: “Ah, isso mesmo… mas o Mestre disse que a febre de Bao parece estar gradualmente abaixando e ele deve acordar com seus poderes intactos até o momento do torneio.”

Kaoru: “Mas isso soa tão imprudente.”

Athena: “Sim, eu também achei…”

Kaoru: “Se você pensa assim, então por quê…?”

Athena continua com uma expressão preocupada no rosto.

Athena: “O Mestre diz que é um método drástico de tratamento, mas mesmo se ele estiver estabilizado, não seria diferente da condição perigosa que ele está agora. O King Of Fighters seria a oportunidade perfeita para ele liberar os poderes psíquicos que o dominam. Parece que o Mestre pensou em algumas coisas.”

Kaoru: “Sério…? E também há o Kensou, então.”

Demorou um pouco, mas a expressão tensa de Athena relaxa ao ouvir a resposta de reconhecimento de Kaoru.

Athena: “… Sim… ah, me desculpe. As coisas vão mudar um dia, no entanto.”

Athena se levanta e tenta tomar o lugar de Kaoru, que a impede.

Kaoru: “Não, eu ficarei aqui mais um pouco… Espero que o Bao acorde a tempo para o torneio, não é mesmo…?”

Kaoru vira seu olhar para Bao e ela continua a tomar conta dele.

Athena: “Sim.”

Respondendo apenas à sua pergunta, Athena, junto de Kaoru, continua a olhar gentilmente para Bao.


The King Of Fighters 2001


Psycho Soldier Team Story

Em uma área isolada entre as montanhas íngremes está localizado um templo antigo. Ao entardecer, as silhuetas características das cadeias montanhosas da China se tornam nitidamente visíveis.

“Oh, Kensou. Eu não consigo disparar uma Psycho Ball!”

“Tudo bem, Bao. Você sairá dessa em breve.”

Enquanto escolhe alguns vegetais com os seus hashi, Bao ainda aparenta estar prestes a chorar. Kensou tenta animá-lo, pois há tempos que Bao tem estado deprimido.

“Mas, Kensou, você ainda não pode disparar uma Chōkyūdan, pode…?”

“Ah! V-Você tem que pôr o dedo na ferida, Bao? Bem, de qualquer forma, tudo o que temos que fazer agora é treinar! Certo!? Bao!?”

“… Oh… Sim, eu acho… Então eu continuarei tentando!”

“Isso mesmo, você está certo! Esse é o espírito!”

Embora Kensou diga isso com um sorriso no rosto, no fundo de seu coração, há algo além de paz interior. Kensou ainda não recuperou os seus poderes psíquicos… Para manter a sua mente fora disso, ele se entope de comida.

“Athena! Outra porção, por favor!”

“Hã?! Kensou, esta é a sua terceira tigela de arroz. Algo se passa?”

Athena, que está encarregada do jantar, aparenta preocupada.

“Eu estou bem. Eu tenho um bucho-furado, você sabe.”

Chin, que estava observando o rumo dos acontecimentos de antemão, entra no assunto.

“Se ele não recuperar os seus poderes, ele precisará obter resistência através de outras maneiras.”

“Sim, isso soa sensato, Mestre.”

“Ha, ha, ha. Mestre. Athena. Vocês são ambos tão imprevisíveis…”


Athena e Chin continuam a conversa durante a noite, mesmo depois de Kensou e Bao já terem adormecido.

“Mestre. O que você acha… sobre a situação de Kensou e Bao…?”

“Hm, o que eu posso dizer sobre isso…?”

Chin pensa sobre o assunto enquanto saboreia o seu chá.

(Naquela época… quando Kensou e Bao fizeram contato, parecia que os poderes psíquicos deles haviam subido aos céus. Dado isso, eu pensei que os dois alcançariam o equilíbrio com os seus poderes psíquicos e voltariam ao normal, mas…)

(… Na realidade, Bao se tornou incapaz de disparar uma Psycho Ball e os poderes de Kensou não mostraram o menor sinal de retorno…)

(Mas a energia que percorria o corpo de Bao foi absorvida por Kensou, não foi? E se esse é o caso, então, por que o poder de Kensou não volta ao normal? Hm… É um mistério…)

Depois de um tempo, Chin apresenta a sua conclusão a Athena.

“Ei, Athena… Eu pensei sobre o assunto e não encontrei uma resposta. Eu acho que o fato deles estarem saudáveis já é o suficiente.”

“… Sim… Eu acho que sim. Se ambos estão saudáveis, eu não posso pedir mais nada.”

Depois de chegarem a essa conclusão, os dois sorriem um para o outro.


A manhã vem com o som das melodias dos pássaros. Bao e Kensou estão no meio de seu treinamento matinal.

“99… 100… Ah! Terminei.”

“Esse é o espírito, Kensou! Você concluiu a cota de flexões para hoje.”

“Ufa… Claro que sim… Não há como um treinamento desses me cansar… Eu estou na minha melhor condição!”

Embora ele tenha dito isso, Kensou estava exausto.

“Bem, então me mostre uma Chōkyūdan!”

“O quê!? Agora!?”

“Mas você disse que seria capaz quando estivesse na sua melhor condição, não foi?”

“Sim, eu acho que sim… Tudo bem, então! Eu estou enérgico agora! Agora é a hora!”

Destemido, Kensou se levanta e assume a posição.

“Hah! Chōkyūdan!”

Os punhos de Kensou ficam quentes.

(Oh! Talvez seja isso!)

Enquanto ele concentra toda a sua força, seus punhos começam a ficar cada vez mais quentes, e depois de um tempo aparece uma esfera de luz.

“Impressionante! Muito bem, Kensou!”

Como se encorajada pela voz de Bao, a esfera de luz começa a aumentar constantemente.

(O quê!? A Chōkyūdan era realmente tão grande assim antes!?)

No momento em que ele pensa, o maço de energia sai de suas mãos e decola a uma boa velocidade.

[Onomatopeia de explosão]

Junto com o som estrondoso, a bola de energia liberada por Kensou derruba uma árvore em pé na frente deles.

“Woohoo! Eu sou incrível! Ah… Oh…”

“Kensou! Kensou!”

Os olhos de Kensou reviram para trás enquanto ele cai no chão…


“Uau… Quem diria que o Kensou fosse capaz disso…”

Athena toma conta de Kensou enquanto adormecido. Ao lado dela está Chin, que ouviu de Bao sobre a sessão de treinamento desta manhã.

(Após treinar até a exaustão, Kensou invocou uma Chōkyūdan. Será que o poder de Kensou possa ser sufocado pelo seu subconsciente? E talvez seja aí que reside o poder de Bao também…)

“Certo, eu cheguei a minha decisão. Eu estava hesitante por um tempo, mas vamos entrar no torneio King Of Fighters deste ano.”

“O quê, Mestre? Mas Kensou está de cama e o Bao ainda não recuperou os seus poderes…”

“É exatamente por isso que participaremos. Se entrarmos no torneio, isso pode trazer algumas mudanças como a anterior, e podemos obter melhores resultados do que se continuarmos no ritmo que estamos.”

“… Sim, eu acho que sim. Se entrarmos no torneio, devemos encontrar algumas respostas.”

“Eu espero recuperar meus poderes psíquicos de volta. E o mesmo vale para Kensou, é claro!”

“Isso mesmo. Eu tenho a sensação de que algo possa acontecer desta vez, mas esse torneio raramente acontece sem problemas, você sabe.”

“É isso aí! Kensou, Bao, e Athena também, tudo isso pode funcionar em nosso benefício.”

Ao lado do Kensou adormecido, todos chegam a uma nova resolução.


The King Of Fighters XII


The Eternal Psychic Idol — Athena Asamiya


The King Of Fighters XIII


Psycho Soldier Team Story

Kensou viu aquilo, e ele não podia desvê-lo. Ele viu algo que ele sabia que não deveria. Kensou achava que era seu dever garantir que os outros soubessem o que ele havia visto.

“Eu acho que o Mestre pode estar traindo…”

Ao ouvir Kensou deixar escapar essa súbita acusação, Athena Asamiya cobre os ouvidos de Bao. Ela esperava ter sido rápida o suficiente para proteger Bao de pensar que o homem que o criou poderia ser um adúltero.

Athena faz uma careta e olha para Kensou.

“Kensou, o que você está dizendo!? O Mestre não… você sabe, trairia…”

“Athena, do que você está falando?”

“Peguei! Momo, está com você!”

“Certo!”

Durante um intervalo entre as sessões de treinamento, os alunos estavam descansando sob a sombra do bosque de bambu. O velho mestre de Kung Fu deles não estava em lugar nenhum.

Athena se aproxima de Kensou, que estava sentado em uma pedra, e o repreende em voz baixa.

“Há coisas que você não deveria brincar, Kensou!”

O mestre deles, Chin Gentsai, era casado com uma mulher que tem compartilhado os momentos difíceis com ele por muitos e muitos anos. Athena e os outros a viam como se ela fosse a avó deles. O casal gosta muito um do outro, tanto que até fazem Athena corar de vez em quando. Chin muitas vezes se gaba dizendo que “a vovó é a mulher mais bonita do mundo”.

É por isso que Athena achava tão difícil acreditar que o mesmo Chin estivesse traindo.

“Não, não! Isso não é uma piada!”

Kensou se inclinou para Athena e sussurrou.

“Eu vi!”

“Viu o quê?”

“Eu peguei ele em flagrante! Bem, não em flagrante, mas algo perto para caramba!”

“O que você quer dizer!? Apenas me diga.”

“Bem… Foi ontem à noite…”


Tarde da noite, Kensou saiu de seu dormitório após verificar que Bao estava dormindo profundamente na cama ao lado a dele.

“Ai, ai, ai, ai…”

Kensou se estremeceu de dor quando ele cobriu a sua cabeça com uma toalha que ele havia encharcado de água fria no poço atrás do templo. A dor das lições do dia tinha começado a diminuir.

“Ufa… Cara, eu estou acabado.”

Kensou se encostou no poço e desfrutou do alívio que a compressa fria improvisada lhe proporcionava.

“O Mestre tem sido muito duro conosco ultimamente. Nós vamos ser desgastados antes mesmo do torneio começar.”

Kensou e os outros treinaram vigorosamente na semana passada em um antigo templo em preparação para o próximo King Of Fighters. Apesar de estarem acostumados com treinamentos intensos, Chin intensificou o regime atual e, como resultado, Kensou acabou com muito mais cortes e contusões.

“…?”

Enquanto Kensou olhava para a lua, ele ouviu uma voz vinda de algum lugar.

“Aquela era a voz do Mestre?”

Kensou pendura a toalha no pescoço e se dirige em direção a voz.

A luz da lua cheia criava sombras no bosque de bambu, e o vento da noite agitava gentilmente as folhas.

“… Hm?”

Depois do bosque de bambus havia uma pedra redonda e, sentado sobre a pedra, Kensou viu a silhueta do velho mestre Chin Gentsai.

Não era raro que Chin fugisse à noite e bebesse um pouco de licor sob a luz da lua. Mas, esta noite, algo estava diferente. Em vez de segurar a cabaça que Kensou estava acostumado a ver, Chin tinha um celular na mão e aparentemente estava conversando.

“Hã? Com quem ele está falando?”

Kensou ouvia atentamente enquanto se abaixava fora da vista.

“… Então, jovem senhorita, você poderia? Por favor! Por favor! Por mim!”

“… Quê?”

“Se você fizer o que eu pedi, te comprarei algo delicioso em um desses cafés chiques!”

“Que diabos…?”

Pelo que Kensou podia ver, parecia que Chin estava conversando com uma jovem garota, que ele já conhecia antes.

Chin Gentsai é um mestre de Kung Fu chinês, mas também é muito tranquilo para um homem velho. Mesmo sabendo disso, Kensou ainda considerava esse comportamento fora do comum para ele.

“Não pode ser…”

Quando a ideia surgiu, Kensou empalideceu.

“Oh, não…! Isso não é bom! Eu preciso contar para a Athena!”


“… Então é isso que você tem. Totalmente pegou ele no ato.”

Enquanto escutava a explicação de Kensou, o rosto carrancudo de Athena só se aprofundava.

“É isso? Essa é toda a prova que você tem do Mestre traindo?”

“O que mais você precisa!? Por que mais o Mestre estaria ao telefone com uma garota na calada da noite?”

“Isso…”

“Eu sei, eu sei! Eu tenho uma boa ideia!”

Enquanto Kensou e Athena tentavam convencer um ao outro, Momoko entra na conversa.

“Deveríamos verificar o celular do Mestre!”

“Bem, isso seria o caminho mais rápido, mas…”

“O-Olha, Momo. O Mestre também tem direito à privacidade… Hã? Momo, você não estava tomando conta do Bao?”

“Opa, eu esqueci.”

Momoko sorriu docemente. Bao, cujos olhos de Momoko deveriam estar cobrindo, não estava em lugar nenhum.

“Onde está o Bao?”

“Ele está bem ali!”

“Hã?”

Kensou e Athena olharam para onde Momoko apontava e notaram Bao conversando com um certo cavalheiro idoso.

“Oh! M-Mestre!?”

“Ei, Bao! Sobre o que você está conversando com o Mestre?”

Kensou e Athena não sabiam o que os dois estavam falando, mas quando viram que Chin e Bao estavam olhando para eles, souberam que eram o assunto da conversa.

[Onomatopeia de pigarro]

Depois de conversar com Bao, Chin soltou uma tosse exagerada, colocou as mãos atrás das costas, e andou até Kensou.

“Então, Kensou, eu soube que você está muito interessado em meus relacionamentos.”

“B-Bem…”

“Hm? Você quer ver meu celular?”

“E-Eu…”

“Você não acha que eu estou traindo, não é?”

“C-Claro que não! Eu nunca pensaria isso! Eu acredito em você, Mestre!”

Kensou sentiu que Athena e Momoko estavam encarando ele através dos seus lados. Kensou tentou desviar a atenção indesejada, contrariando.

“… M-Mas, você sabe! V-Você estava falando no telefone com uma garota, certo!? Você não deveria sair por aí escondendo as coisas dos seus estudantes!”

“Eu não estava escondendo nada. Eu apenas estava me certificando de não perturbar o seu sono.”

“Bem, então com quem você estava falando?”

“Isso é um segredo. Eu só te direi que é a minha ‘namorada’.”

“Namorada!?”

“Sim.”

O sorriso de Chin brilhava enquanto ele acariciava sua barba branca.

“… Bem, se você realmente quer saber, eu te contarei.”

“S-Sério!?”

“Sério. Mas só se você conseguir me fazer dizer ‘eu desisto’ numa batalha. Se você puder fazer isso, geniozinho, eu estarei disposto a apresentá-lo a ela!”

“Tudo bem! Então vamos fazer este show na estrada! Um acordo é um acordo, certo!?”

“Ho, ho, ho.”

Kensou deu um tapa nas bochechas para se revitalizar e foi para a cachoeira com Chin. Era comum que Chin fizesse com que seus alunos praticassem na bacia sob a cachoeira para trabalhar as suas pernas.

Athena observava um Kensou superanimado caminhando com um propósito e Chin saltando alegremente. Então ela se virou e fez uma pergunta a Momoko, desconfiada.

“… Momo, isso pareceu estranho para você?”

“Já que me perguntou, eu acho que o Kensou acabou de ser zoado pelo Mestre. Esse cara é um otário.”

Momoko riu e começou a mordiscar um bolinho de porco assado.

“Então você acha que toda essa conversa de ‘namorada’ foi apenas um truque para levar Kensou a sério sobre o treinamento?”

“Eu não sei… Talvez ele realmente ESTEJA traindo.”

“Momo!”

“Brincadeirinha!”

“Venha, vamos!”

Athena e Momoko seguem seu mestre.

Apesar dos melhores esforços de Kensou, eles não descobriram a verdade por trás da “namorada” de Chin até pouco antes do King Of Fighters começar…


The King Of Fighters XIV


Psycho Soldier Prologue Story

“Eu tenho esse sentimento ruim sobre algo…”

Conduzidos por estas palavras finais de Chin após o último torneio, os alunos de Chin estavam treinando dia e noite, se preparando para enfrentar um novo mal. Todos estavam mostrando resultados, mas Kensou em particular progrediu o suficiente para ser quase irreconhecível.

“Caramba, eu estou cansado. Ei, Athena. Eu não vi o Mestre por aqui. Você sabe onde ele foi?”

Momoko abordou a questão, seus cabelos e a fita rosa tremiam enquanto se inclinava contra a Athena, aparentemente exausta pelo treinamento.

“Não há muito que o Mestre saiu para ir buscar um convite para o torneio King Of Fighters.”

“King Of Fighters, hein… Isso estava nos jornais recentemente, mas foi há um bom tempo, né? Sim, faz um longo tempo desde que eu trabalhei junto com Kensou e os outros.”

“Isso mesmo, foi difícil. Ainda assim, eu participarei dessa vez e acabarei com todo mundo!”

“Ei, isso não é justo. Eu também fiquei bem melhor! Eu quero uma mudança!”

Quando Chin retornou depois de aceitar o convite, ele ouviu seus alunos se animarem com o torneio.

(Uau… Eles estão realmente prontos para ir. Eu também poderia me esconder mais um pouco e ver o quão “motivados” eles estão.)

“Mas Momoko e Bao também ficaram muito mais fortes. Fiquei impressionado com a forma como Bao dominou aquela nova técnica. De qualquer forma, acabará com mais vitórias do que perdas para mim.”

“É verdade, mas isso é porque você ficou muito forte, Kensou. Você até venceu contra o Mestre!”

“Como esperado de um brilhante Psycho Soldier!”

“Ha, ha, ha, você sabe disso! Hoje em dia, eu posso até vencer contra o Mestre com os olhos fechados. Afinal, eu sou um brilhante Psycho Soldier!”

(Nossa, quanto orgulho de si… Parece que ele ainda precisa de mais treinamento. Acho que preciso elaborar um plano de treinamento mais difícil.)

“Oh, Kensou, você só está exagerando porque o Mestre não está aqui! Você se atrapalhará no King Of Fighters se você continuar assim.”

“Eu ficarei bem. Ninguém deixará a sua guarda baixa no King Of Fighters, então eu estarei focado! E, de qualquer forma, você não acha que até os guerreiros precisam de descanso?”

Athena de repente ficou confusa ao ouvir Kensou proclamar a necessidade de intervalos.

“Hã? Bem, sim, eu acho que intervalos são necessários às vezes.”

“Mudando de assunto, eu tenho ingressos para aquele novo parque temático. Você gostaria de ir comigo algum dia?”

“Então é disso que se trata. Honestamente, eu nunca fui lá, então eu fiquei curiosa sobre como é. Eu não tenho planos para a semana que vem, então pode ser.”

“Oh, eu também queria ir…”

“Claro, Bao, mas você não terá uma missão nesse dia? Ei, eu tenho alguns doces. Venha até aqui e eu te darei um pouco.”

(Obrigado, Momoko! Esta é a minha última chance! Eu não posso simplesmente deixar assim, eu tenho que planejar tudo agora!)

[Uma semana depois]

“Ei, você não ia sair com o Kensou hoje?”

“Aparentemente ele tem um treinamento especial com o Mestre. Parece que ele ainda é muito verde para o King Of Fighters, então eles estão fazendo um treinamento individual.”

“Ah, isso é muito ruim… Bem, Bao e Momoko estão ambos livres agora.”

“Oh, sério? Seria um desperdício não usar os ingressos que o Kensou me deu, então vamos todos juntos!”

Bao e Momoko jogam as mãos pra cima e sorriem com entusiasmo pela sugestão de Athena.

“Eba! Ela concordou!”

… Enquanto isso, Kensou foi arrastado contra sua vontade para mais treinamento com Chin.

“Vamos lá, você não pode se esforçar mais?”

“Por que eu sou o único treinamento!? E eu não posso ir para casa até que eu ganhe uma luta real contra você, Mestre!? Isso é insano.”

“Eu pensei que um brilhante Psycho Soldier como você poderia me vencer com os olhos fechados.”

“M-Mestre, você estava ouvindo?”

“Você ficou mais forte ultimamente, e imediatamente deixou subir à sua cabeça! Você terá aulas individuais até o King Of Fighters começar!”

“Não! Minha chance de um encontro perfeito com a Athena!”

E assim, uma semana de planejamento cuidadoso de datas foi toda para o lixo.

Comentários